Organizando os brinquedos das crianças

Se a sensação é que os brinquedos das crianças estão se multiplicando e ganhando a casa toda, chegou a hora de colocar tudo no lugar. Não importa se o quarto dos pequeninos é apertado ou não, há sempre várias possibilidades de deixar os brinquedos organizados. Confira algumas dicas para manter os brinquedos dos pequenos sempre organizados:

O primeiro passo é reunir todos os brinquedos disponíveis e fazer uma seleção. É preciso separar os que estão quebrados, os que já não são mais utilizados pelas crianças e os que ainda fazem parte da brincadeira dos pequeninos. No primeiro caso, a melhor opção é doar para algum órgão que faça restauração ou colocar no lixo reciclável. No segundo, pode ser doado para instituições de caridade. Já os brinquedos que restarem são os que precisam ser organizados de fato. Este início já evita o acúmulo de itens desnecessários.

O quarto é o local em que ele passa a maior parte do tempo. Por isso, deve ser um ambiente confortável e aconchegante, um cantinho que reflita sua personalidade, que seja planejado pensando nos seus gostos, hobbies e que te também ajude os pais na organização. Tenha um cantinho para os estudos com lousa, mapas, mesinha, gaveteiro, prateleiras e nichos para livros.

Mesmo em imóveis tenham áreas pequenas, e nem sempre se dispõe de muito espaço para organizar os brinquedos das crianças, qualquer espaço pode ser valioso e deverá ser bem aproveitado. O quarto deve permitir que a criança fique livre para brincar e deve se pensar em elementos que estimulem a sua criatividade.

O ideal é separar os brinquedos por critérios, seja pelo tamanho ou pelo tipo. Uma boa dica para os maiores é colocar um baú – que, inclusive, fechado e com umas almofadinhas em cima pode virar um banco e ter dupla função no ambiente – ou até mesmo caixas organizadoras empilhadas. Estes devem ficar encostados na parede para não atrapalhar a circulação.

Porém, importante não apenas organizar os brinquedos de forma funcional e deixando a decoração bonita, é sempre fundamental ter atenção e cuidado com a questão da segurança da criança. Por segurança, é preferível optar por móveis sem quinas, com cantos arredondados, utilizar rede de proteção nas janelas, colocar proteção nas tomadas e deixar os móveis acessíveis às crianças e com os brinquedos ao seu alcance.

 

Adaptado de: revista.zapimoveis.com.br